Cultura

Conheça a história do Clube do Samba, evento que surgiu numa república de Araraquara!

A 40ª edição do Clube do Samba será no dia 25 de maio, na Chácara Alvorada, em Araraquara. Saiba mais detalhes sobre a história do evento!

clube do samba

8ª edição do Clube do Samba// Foto: Reprodução/Facebook

Já dizia João Gilberto: “quem não gosta de samba, bom sujeito não é. É ruim da cabeça ou doente do pé”. E tem um grupo de estudantes de Araraquara que vem provando isso há alguns anos com o Clube do Samba.

Formada em 1996, a República Tarraketa reúne hoje 13 alunos que decidiram abrir uma pequena roda de samba no quintal da casa. Mas a ideia deu tão certo que a festa intimista se tornou um grande evento.

Tanto que na última edição do Clube do Samba, realizada este ano, o evento reuniu 600 pessoas apaixonadas por samba e pela cultura brasileira.

LEIA TAMBÉM
+ Coluna Bruno Ribeiro: E agora sobre Cannes!
+ Saiba quais serão os documentários exibidos pelo Sesc de Araraquara nesta semana
+ Comunica Araraquara estreia no Spotify com “esquenta” para show no Sesc!

40ª edição
No dia 25 de maio, a partir das 15h, será realizada a 40ª edição do Clube do Samba. Já que o evento cresceu e a república ficou pequena para tanto público, o evento será na Chácara Alvorada. Com um cronograma ainda em construção, um dos organizadores, Vinicius Azevedo afirma que a participação da população é fundamental.

“O nosso público sempre foi muito importante na construção do evento e nas modificações que ele já passou. Nesse sentido, também estamos abertos a ideias e demandas que possam surgir, seja agora ou para as próximas edições”.

Nossa equipe conversou com o Vinicius que comentou mais detalhes sobre o Clube do Samba. Confira:

clube do samba

Foto: Gustavo Dourado Tronco

Como surgiu a iniciativa de começar a realizar a realizar o Clube do Samba?
O Clube do Samba é realizado desde março de 2012, e surgiu a partir de uma paixão em comum dos organizadores da época: o samba e a música brasileira. As primeiras edições homenageavam grandes sambistas, tais como Cartola, Beth Carvalho, Bezerra da Silva, Paulinho da Viola, João Nogueira, Jorge Ben entre outros tantos. A ideia era dar espaço para os gêneros musicais e manifestações culturais que não tem tanta abertura no calendário oficial de eventos do nosso meio. Nesses sete anos de Clube do Samba, grandes músicos e artistas locais se apresentaram ou expressaram sua arte, tais como a cantora Ekena, o Maracatu Pedra de Fogo, o grupo Los Bangsters, Bando do Tiê Preto, Barca de Rá, Sniffo, Vinicius Maganha, Nemias Santana, DJ Spin, Willian Chacal, Robertrix e a lista não para por aí. Inclusive gostaríamos de pedir sinceras desculpas aos músicos e artistas que passaram pelo Clube do Samba, mas que por ventura esquecemos de citar nessa breve lista.

Ele é uma iniciativa da República Tarraketa, correto? Há quanto tempo a república existe em Araraquara? São quantos membros? E de quais cursos?
Isso mesmo! A república foi fundada em 1996 e completa 23 anos de existência esse ano. Atualmente somos em 13 membros, matriculados nos cursos de Ciências Sociais, Letras, Ciências Econômicas e Administração Pública.

clube do samba

Foto: Gustavo Dourado Tronco

E a ideia do Clube do Samba sempre foi de ser um evento grande, como ele se tornou hoje, ou foi crescendo naturalmente?
O Clube do Samba nasceu de modo mais intimista, com a roda tocando no quintal e na cozinha de casa, apenas para os mais próximos ou aqueles que eram próximos de nossos amigos. O público era reduzido e a divulgação do evento era feito de boca a boca. Aos poucos, tivemos que lidar com o crescimento do Clube do Samba e as proporções que o evento estava tomando. Por consequência disso, tivemos que moldar o evento às devidas proporções em que ele se projetava. Mudamos de casa e o Clube do Samba ganhou um novo endereço, que não foi suficiente para comportar o público. De alguns anos pra cá, o evento é realizado em locais adequados, com toda a estrutura – seja de banheiros, cozinha, áreas de atendimento, ambientação e sistema de som – necessária para acomodar o público.

Qual o número do público das últimas edições?
Na última edição, realizada em março desse ano, recebemos um público de mais de 600 pessoas.

E qual a expectativa para esta?
Para essa edição, esperamos contar com um bom número de antigos e novos adeptos do Clube do Samba, repetindo o feito da última edição e fazer com que essa, de número quarenta, se torne a maior que já fizemos!

O público é formado só por universitários, ou vocês percebem que tem adeptos de toda a cidade?
Na verdade, nosso público é bem diverso. A expansão do Clube do Samba fez com que o evento alcançasse os amantes locais do samba e apresentasse ao público universitário esse gênero musical tão magnífico e valoroso, executado na sua melhor e mais popular forma: em roda.

E quem é responsável pela música? Qual o nome do grupo? E é formado pelos próprios membros da república?
O responsável por reunir os músicos é o Zé, um ex-morador da república. De início, a roda de samba era formada e tocada por moradores da república. Com o tempo, o Zé foi reunindo músicos locais, que tocam samba em diversos bares e rodas em Araraquara. Assim, sempre estivemos abertos para os músicos de Araraquara se reunirem e celebrarem o samba juntos com a gente.

clube do samba

Foto: Gustavo Dourado Tronco

Como vocês veem a importância de realizar uma festa cujo ponto alto é o samba, um estilo de essência brasileira?
O projeto Clube do Samba busca fortalecer em nossos espaços as possibilidades de celebração do samba e da cultura popular brasileira. Nosso objetivo é construir meios de socialização e de divulgação da nossa cultura, de forma que o samba, “pai do prazer e filho da dor”, seja o pontapé inicial para nos reunirmos, formando em torno de sua roda um grande evento que agregue diversas manifestações culturais.

Terá alguma novidade nesta edição do Clube do Samba?
Estamos em fase de construir o cronograma e o formato dessa edição, mas já podemos adiantar: não vai faltar música brasileira da melhor qualidade. O nosso público sempre foi muito importante na construção do evento e nas modificações que ele já passou. Nesse sentido, também estamos abertos a ideias e demandas que possam surgir, seja agora ou para as próximas edições.

clube do samba

Foto: Gustavo Dourado Tronco

E durante toda a festa vocês só tocam samba? Em nenhum momento tem outro ritmo?
O ponto máximo da festa e a atração principal é o samba. Mas também destinamos parte da nossa programação para outros gêneros musicais capazes de exprimir de alguma forma a nossa cultura, seja o pagode, o samba de coco, o sertanejo, o forró e até mesmo o reggae, o afrobeat e o funk/soul.

Para quem nunca foi ao Clube do Samba, qual o recado que você pode passar?
O samba, manifestação artística e musical é de uma riqueza tamanha. Mais do que um ritmo festeiro e dançante, é capaz de expressar ao mesmo tempo a alegria e a dureza de quem enfrenta o mundo com rigidez, mas não enrijecido. É nosso, é brasileiro, é único! Não pode e não vai acabar. #vemproclube

Posto de Araraquara adota cachorro e a notícia viraliza na internet

Serviço
40ª edição do Clube do Samba
Data: 25 de maio
Horário: a partir das 15h
Local: Chácara Alvorada
Os convites serão vendidos em breve. O valor será a partir de 7 reais.
Para saber mais, acesse: https://www.facebook.com/pragentesambar
Link do evento: www.facebook.com/events/410053259777252

Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *