CulturaNegócios

Araraquarense cria empresa que estimula a autonomia das crianças

Confira a entrevista com Raquel Bonazzi, uma das criadoras do Quintal da Mariah

quintal da mariah

Fotos: Reprodução Facebook

Você conhece o Quintal da Mariah?

Então, dá só uma olhada neste empreendimento daqui de Araraquara.

Durante a gestação, a designer Raquel Bonazzi decidiu gerar também um outro sonho.

A vontade era de criar algo que fosse contra o consumo exagerado e que fosse ligado ao universo infantil.

E assim, ao lado de seu companheiro que é marceneiro, nasceu o Quintal da Mariah.

Na empresa, os dois produzem móveis, objetos de decoração e brinquedos criativos para estimular a autonomia da criança.

E sempre trazendo a memória afetiva, algo muito importante para Raquel.

Nesta entrevista, a empreendedora fala sobre o começo do seu negócio e os rumos que deseja para o Quintal da Mariah. Confira!

Empreendedora cria móveis que estimula o den

Você é araraquarense?

Sim! Araraquarense. Como se diz: nascida e criada!

Raquel, como surgiu a ideia de criar o Quintal?

Foi na gestação que comecei a gestar também a ideia do quintal, que assim como a bebê, ainda não tinha nome.

Sabia que queria trabalhar para crianças, e que chegaria a algo com um propósito que fosse na contra mão do consumo exagerado, um produto que pudesse trazer memoria afetiva…enfim.

Fui gerando e sonhando.

Sempre fui muito ativa. Dessa que pega no pesado e manda ver.

A gestação me deixou bem devagar, aproveitei para sonhar e criar sem prazo para entrega (risos).

Quintal da Mariah

Foto: Reprodução/Instagram

Aliás, qual o motivo da escolha do nome?

Aprendi a ver meu empreendimento se desenvolvendo junto com a minha filha.

No sexto mês de gestação, já sabíamos que ela se chamaria Mariah, que eu trabalharia com festejos afetivos e brinquedos criativos de madeira.

Então chegou o nome: Quintal da Mariah.

Gosto muito de quintais! Por sua amplitude e poesia.

Essa parte da casa me remete à infância, à simplicidade e à liberdade.

Como funciona a empresa? Quais os produtos que você faz?

Meu companheiro e eu já tocávamos juntos a carpintaria artística (oficina de criações).

Ele é um carpinteiro apaixonado pela madeira, e eu sou designer de mobiliário e trabalho ( lê-se trabalhava!) como consultora de decoração.

Juntos, produzimos algo que vai de pergolados, decks, peças e mobiliário sob medida a cenografia e fachadas.

Tudo isso pra você ilustrar que o Quintal da Mariah é um braço dentro da carpintaria, que tem minha curadoria.

Estudo, nele me expresso, planejo, descubro, me jogo… (risos). Eu vejo muito disso no empreendedorismo materno.

Algo que se cuida, se bota fé e amor. Acho isso parecido com ser mãe, de alguma forma.

Foto: Reprodução/Instagram

Você tem uma noção de quantos produtos já fez?

Trabalhamos efetivamente nós dois e um funcionário.

Eventualmente contratamos temporários. A Mariah fica na escolinha meio período.

O Julio (meu companheiro) cuida da carpintaria e da execução dos pedidos, atende clientes…eu fico com os projetos, pedidos, orçamentos!

Além, é claro, do tal limpar, lavar, cozinhar e “mimimis” afora. Não gosto muito mesmo! Sou daquelas assumidas que sonham com uma lava louça, e um robô que limpa a casa! (risos).

Foto: Reprodução/Instagram

E de onde surge tanta inspiração? Considera uma pessoa criativa?

Hoje, o Quintal tem uma linha de oito peças que são focadas no desenvolvimento infantil da primeira infância (de 0 a 6 anos).

Vão desde a torre de aprendizagem, que é o nosso principal produto, passando por peças de mobiliário com funções e formas sempre a estimular a autonomia e confiança da criança.

Também temos o cavalinho, a prancha…Trabalho uma linha de circuito de movimento, com peças maiores, voltada para escolinhas. Tem muita coisa legal.

Foto: Reprodução/Instagram

No Facebook, você fala que gosta da simplicidade e que o quintal, para você, representa infância, criança. De que forma você passa isso para os seus produtos?

Parafraseando Kalvin “sou uma pessoa simples com gostos complexos” (risos).

Sim, a simplicidade das formas e das coisas me atraem. Vivo de forma simples também. Para mim, cada peça é mais que um produto.

Idealizo deixar numa identidade do quintal, algo que remeta ao natural, de linhas retas e formas e simples.

São peças feitas com sinceridade, de pais para pais.

Faço imaginando as memórias afetivas que esse mobiliário ou brinquedos podem trazer, por quanto tempo serão usados…acho que esse propósito e intenção acabam resultando no estilo as pecas.

Você tem alguma loja física? Como as pessoas podem comprar os seus produtos e serviços?

Apesar do sucesso nas mídias, e todo encantamento que as peças trazem, considero a empresa ainda um bebê.

Ela se consolidou mesmo quando a Mariah começou a ir na escolinha.

Por volta de 1 ano. Esse paradoxo de muito ou pouco tempo ganha um sentido especial ao se falar de filhos.

Para o empreendedor, o trabalho e o planejamento a médio longo prazo são importantíssimo. Devemos ter calma. Mas eu nunca fui dessas viu?!

Pra mim era tudo no já! Curto prazo ainda era muito! (risos). Tá aí mais um brinde que veio com a maternidade: paciência! Ela serve pra muita coisa!

Então planejo um site, para expandir e facilitar os pedidos, já que não temos loja física e atendemos através das redes sociais e contatos.

Planejo uma divulgação muito carinhosa do conceito das pecas e tudo que as envolve, na intenção de consolidar a marca.

Ainda tenho o sonho, um pouco mais distante, de aumentar a produção e fornecer as peças para lojistas de outros estados.

Serviço
Quintal da Mariah
Instagram:@quintaldamariah
Facebook: https://www.facebook.com/quintaldamariah/



Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *