Cultura

Banda de Araraquara concorre a prêmio e pode tocar em Lisboa

A banda Oxxy é uma das participantes do EDP Live Bands Brasil e poderá ter a chance de tocar em Lisboa! Vote e ajude a banda araraquarense

banda oxxy lisboa

Foto: Reprodução/Facebook

Se você é músico, tocar em Lisboa pode ser uma oportunidade e tanto, não é mesmo? E essa oportunidade pode bater na porta de uma banda de Araraquara.

A Oxxy, formada pelo vocalista André Luiz Grecco, o contrabaixista Fábio Russi, o baterista Leonardo Spagnol e o guitarrista Juliano Correa Leite é uma das participantes do EDP Live Bands Brasil. O concurso irá premiar uma banda com um EP e uma apresentação em Lisboa, Portugal.

Sobre a participação no concurso, André Luiz explica: “nós nos inscrevemos com a música autoral Espero Você Voltar, que fala sobre um amor platônico não correspondido. Nesta etapa de júri popular, serão selecionadas as dez bandas mais votadas, para que na próxima fase o júri técnico selecione a banda vencedora que tocará em Lisboa em junho no grande encerramento do festival.”

Até o dia 21 de março, todo mundo pode votar na Oxxy pelo link: https://edplivebands.edp.com/brasil/banda/oxxy-rock-e-pop. O resultado será anunciado no dia 25 de março.

LEIA TAMBÉM
+ Michel Teló e Maiara e Maraísa participarão de festas juninas em Araraquara!
+ Grupo araraquarense ETC… XVI mostra seu novo trabalho
+ Coluna Tatiana Rodarte: Dia das Mulheres ou Dia do “Fecha as pernas, menina!”
+ Coluna Maria Eduarda Pierri: Mulheres unidas é medicina unida

E o prêmio virá em boa hora, já que neste ano a banda completará 12 anos; o início se deu com remanescentes da Vulcanos, banda formada no início dos anos 2000 que tocou na cena musical de Araraquara e região até 2006. No ano seguinte, a Oxxy se estruturou na atual formação e logo em seguida gravou CD autoral. Em 2011, recebeu o prêmio revelação do Site Palco MP3. Em 2017, o quarteto comemorou 10 anos de estrada com muito rock e pop.

Para o vocalista, vencer e tocar em Lisboa seria uma grande realização profissional: “tudo isso é muito importante pelo fato de ter nossa arte reconhecida internacionalmente e também obter recursos de uma produção e gravação que talvez nunca teríamos por falta de incentivo financeiro.”