Cultura

Cordel do Fogo Encantado se apresenta no Sesc de Araraquara nesta semana

O grupo Cordel do Fogo Encantado anima o palco do Sesc de Araraquara nesta quinta-feira, 13 de setembro. Veja como participar!

Foto: Tiago Calazans

Nesta quinta-feira, 13 de setembro, quem anima o palco do Sesc de Araraquara é a banda Cordel do Fogo Encantado. Após lançar o disco que marcou o retorno da banda aos palcos, Cordel do Fogo Encantado passa pela Morada do Sol e outras cidades do interior paulista. Além de músicas do álbum lançado em abril, o grupo vai apresentar também alguns dos clássicos dos discos Cordel do Fogo Encantado (2001), O Palhaço do Circo Sem Futuro (2002) e Transfiguração (2006).

Conhecidos por sempre inovarem na cenografia, a luz do palco estará sob responsabilidade de Jathyles Miranda de Souza, que acompanha a banda desde o início. “A minha escola é o teatro e no Cordel consegui por em prática muito da experiência que tenho, pois a banda permite esse processo criativo como se fosse uma peça. Então, quando chega o momento de montar a luz do palco, trabalhamos semelhante à uma peça, ou seja, nada é aleatório, tudo é marcado, discutido”, conta o iluminador. Já o video mapping fica por conta de Gabriel Furtado e o figurino é assinado por Isadora Gallas.

Foto: Tiago Calazans

Além disso, a cantora Isadora Melo faz participação especial em algumas músicas do novo álbum, como Sideral ou Quem Ama Não Vê Fim, Raiar ou O Vingador Da Solidão, Conceição ou Do Tambor Que Se Chama Esperança, Eternal Viagem, Força Encantada ou Largou As Botas E Mergulhou No Céu e Liberdade, A Filha do Vento. Isadora é pernambucana e iniciou sua trajetória no tradicional espetáculo natalino Baile do Menino Deus.

O poema de Cordel do Fogo Encantado

Assim como nos três trabalhos anteriores, o álbum abre com um poema: O Sonho Acabou. É um recorte do texto ficcional que Lirinha escreveu, contando sobre a viagem ao coração do sol. São cinco personagens que estavam adormecidos em casulos no interior da Terra e que, ao despertarem, iniciaram o caminho em direção ao sol. Lá eles querem se encontrar com a filha do vento, chamada Liberdade.

Foto: Tiago Calazans

Já para fechar o disco, Cavaleiro Das Estradas Do Sol é uma composição instrumental de Clayton, que traz a participação especial de Manassés na viola 12 Cordas. “São duas gerações que se encontram, pois Manassés é um dos mais influentes violistas brasileiro e Clayton, um importante representante dessa tradição. Com essa música, fechamos a história da viagem ao coração do sol, sob a luz dos acordes encantados dos violeiros repentistas”, finaliza Lirinha.

Serviço
Sesc Araraquara, Rua Castro Alves, 1315
Data: quinta-feira, 13 de setembro
Horário: 21h.
Para saber mais, acesse: sescsp.ogr.br