CulturaNegócios

Empresária empodera crianças com a fabricação de bonecas negras

Conheça o trabalho da Michele Santos, moradora de Ibaté e empresária que fabrica bonecas negras vendidas para todo o Brasil!

bonecas negras araraquara

Foto: Maiara di Franco

Quando você vai à uma loja de brinquedos, quantas bonecas negras você vê nas prateleiras? Pois é: poucas ou nenhuma. Segundo uma pesquisa desenvolvida pela ONG Avante, menos de 10% das bonecas produzidas no país são negras – porém, 50% da nossa população é pertencente à raça, de acordo com dados do IBGE.

LEIA TAMBÉM
+ Creed 2 e Eu Sou Mais Eu estreiam nos cinemas de Araraquara!
+ Vídeos #COMUNICAÇÃO 01: Recomeços
+ Cursinho Caburé de Araraquara está com inscrições gratuitas para estudantes

Triste e revoltante. Mas a sorte é que têm algumas pessoas por aí que não acham isso normal e dão duro para mudar essa realidade. Uma delas é a Michele Santos, moradora de Ibaté (27 km de Araraquara) e empresária que está em busca de empoderar meninas e meninos desde muito cedo.

Michele é quem está por trás da Minha Neguinha Ateliê, empresa em exercício há dois anos cujo objetivo é fabricar bonecas negras. Em seu Facebook, Michele afirma que as bonecas “são para decoração de quarto, chá de bebê, festa infantil, daminha de casamento, batizado, 15 anos… E o que mais sua imaginação permitir”. Porém, mais do que tudo isso, mais do que divertir e decorar, as bonecas têm papel fundamental no crescimento delas.

“Eu sempre fico emocionada quando recebo as fotos das crianças, quando recebo mensagens das mães, tias…falando que as crianças gostaram das minhas bonecas. Hoje tem bonecas minhas espalhadas praticamente pelo país inteiro. E eu fico muito feliz em saber que eu posso estar contribuindo com a autoestima dessas crianças, fazendo a diferença na vida delas de alguma forma”

Nossa equipe fez uma entrevista com a Michele, que contou o início do seu trabalho, porque escolheu trabalhar com bonecas negras e o esforço em ser empresária. Veja só:

Como e quando surgiu o Minha Neguinha, Michele?
Comecei a fazer bonecas de pano há uns dois anos. A princípio, comecei a fazer só para passar o tempo, era só para me distrair.

bonecas negras araraquara

Foto: Divulgação

E de onde vem o nome?
Quando eu criei minha página no Facebook, eu coloquei o nome “Dona Mocinha”, porque era assim que eu chamava as crianças no período em que trabalhei como monitora de creche. Mas depois de um tempo, eu observei que existiam várias páginas com esse mesmo nome. Então decidi colocar outro que remetesse o mesmo sentimento de carinho e ternura que eu sentia quando pronunciava “Dona Mocinha”. Daí nasceu o “Minha Neguinha”, que é um jeitinho carinhoso que algumas mães chamam suas filhas.

Como funciona o seu projeto? O Minha Neguinha é focado em bonecas negras? E por que a escolha por bonecas negras?
Eu trabalho em um ateliê na minha casa. E sim, o Minha Neguinha é focado em bonecas negras. No começo eu queria apenas fazer bonecas, independente da cor da pele delas, mas quando eu postei meu primeiro boneco negro, eu percebi que teve um engajamento, um número de visualização muito maior do que as outras. Fui pesquisar um pouco mais sobre o assunto e descobri que só cerca de 5% das bonecas que são comercializadas no nosso país são negras. Um número muito baixo sendo que mais da metade da nossa população se considera negra. Então decidi que gostaria de ajudar a fazer a diferença neste universo que é tão escasso de representatividade.

bonecas negras araraquara

Foto: Divulgação

Então você que enxerga que a empresa Minha Neguinha também é uma forma de empoderamento, né?
Sim claro, todas nós que trabalhamos com bonecas negras sabemos que não é só um brinquedo, que é uma ferramenta que colabora – e muito – com a autoestima dessas crianças. Enxergo assim e faço questão que as bonecas fiquem bem bonitas, com cores bem alegres para que a criança se sinta tão bonita quanto a boneca. Por isso gosto de trabalhar com personalizados e sempre ofereço essa opção já que tenho facilidade de reproduzir as roupas das bonecas muito parecidas com as das crianças. Isso reforça ainda mais a representatividade para criança, embora tenha procura de personalizados para adultos também, principalmente aqueles não tiveram a oportunidade de ter uma boneca negra quando criança.

Como é ver uma criança brincado com uma boneca que você fez?
Eu sempre fico emocionada quando recebo as fotos das crianças, quando recebo mensagens das mães, tias…falando que as crianças gostaram das minhas bonecas. Hoje tem bonecas minhas espalhadas praticamente pelo país inteiro. E eu fico muito feliz em saber que eu posso estar contribuindo com a autoestima dessas crianças, fazendo a diferença na vida delas de alguma forma.

bonecas negras araraquara

Foto: Divulgação

Gostaria de saber um pouco mais sobre você: sempre foi empresária?
Não, trabalhei como funcionária pública por alguns anos, era monitora de creche. Hoje eu falo que foi uma espécie de “laboratório”, conviver por esse tempo com crianças de 6 meses a 4 anos. Isso me ajudou a entender um pouco o mundinho e os gostos deles. E muitas das bonecas que eu crio são inspiradas nessas crianças, por isso elas têm a aparência bem infantil.

E como é ser empresária em Araraquara? Muito difícil?
Fiz um curso online específico para artesãs, para aprender a me organizar, a calcular o preço, divulgar meu trabalho nas redes sociais, montar loja online e tudo mais. E esse curso foi muito válido. Mas se aprende na prática, no dia a dia mesmo! E sim é difícil, mas não impossível. É preciso estar sempre pesquisando, se atualizando com as novas estratégias de marketing que surgem e mudam a todo momento. E assim conseguir manter um bom fluxo de vendas que acaba sendo maior pelo Instagram, pelo menos no meu caso. Acho muito importante participar de feiras de artesanato também, porque no contado direto com o cliente eu posso observar quais bonecas as crianças, as mulheres olham e pegam primeiro, quais cores e estampas chamam mais atenção delas. Foi através das feiras que vi a necessidade de trabalhar com varias faixas de preços e modelos que vão desde bonecas mais simples até as bonecas mais sofisticadas, as chamadas “bonecas de luxo”.

bonecas negras araraquara

Foto: Divulgação

Quantas bonecas você já fez até hoje?
Quase 200 bonecas nesses dois anos.

Qual o seu maior projeto para 2019?
Vou fazer parte de um projeto que provavelmente será lançado ainda no mês de janeiro. É o AfroImperial Shopping, um Market Place que está sendo montado com tudo sobre o nosso universo: bonecas, roupas, calçados, acessórios, literatura… Todo tipo de produto em relação ao universo Afro.

Serviço:
Minha Neguinha
Facebook: https://www.facebook.com/minhaneguinhaatelie/
Instagram: @minhaneguinhaatelie