Colunistas

Coluna Maria Eduarda Pierri: Planta-Alma, Coração

Plantas medicinais, saberes populares e mais: Maria Eduarda Pierri é a mais nova colunista do Comunica Araraquara! Confira!

Foto: Cyntia Maria

As ervas são utilizadas desde tempos imemoriáveis, por diversos povos e nações, sobrevivendo através do conhecimento oral por séculos e mais séculos.

A sua importância e consagração advém de diversos estudos, filosofias e religiões como a Medicina Ayurveda, a Fitoterapia Chinesa, o Budismo, a Bíblia, o Corão e até mesmo o Hinduísmo. Dentre os primeiros povos que tiveram contato com a cura através das plantas podemos destacar egípcios, babilônicos, indianos, chineses, árabes, gregos e sumérios.

Com isso, declaro que estão abertos os trabalhos da imersão que nós iremos fazer (isso mesmo, você e eu, e todo mundo que quiser) no mundo das plantas medicinais.

Nossa viagem é bem menos histórica e muito mais intuitiva, um mergulho na ancestralidade das plantas, em sua terapêutica desconhecida que vai além de qualquer Google-pesquisar-ervas-medicinais.

Serei responsável por compartilhar receitas básicas e fáceis de fazer (o famoso Faça você mesmo que vai dar bom), simpatias diversas, curas simples, curiosidades, origem terapêutica e muita, muita mesmo, planta para aconchego do seu coração.

A farmácia que conhecemos hoje, por mais que se fortaleça pela comercialização e prescrição de alopáticos (toda e qualquer droga encontrada nas drogarias para alívio de um sintoma), teve sua raiz no mundo das ervas.

Maria Eduarda Pierri é a nova colunista do Comunica Araraquara. Foto: Thiago Schiavon

Muito desse conhecimento é usado através de apropriações – quando alguém rouba o conhecimento de um povo/etnia e vende/distribui sem os devidos créditos – e desvalorização dos métodos “alternativos” de cura.

A arte de curar através das ervas é um meio ancestral que permite o acesso à saúde digna e métodos de cura viáveis para as populações que se encontram mais isoladas. Reaproximar-se desses métodos é resgatar nossos saberes, nossa origem, nossa ancestralidade e nos aprofundar em um conhecimento quase perdido.

Cabe a cada um de nós (sim, você mesmo de novo) chegar naquela sua vó-tia-mãe-bisavó-amiga e dizer a elas que toda a sua história, todo o seu saber e toda a sua vida são dignos de respeito e reconhecimento, sendo formas maravilhosas de curar. Assim, desejo que sejam todxs bem-vindxs a este espaço, que possamos semear com força esta semente de esperança.


Maria Eduarda é artesã, empreendedora criativa, terapeuta integrativa, palestrante e educadora. Formada em Terapia Floral pela Healing Herbs Brasil, 2014. É pesquisadora autônoma em Cosmetologia Natural desde 2012. Graduanda em Farmácia-Bioquímica pela Unesp Araraquara desde 2016. Criadora do movimento Slowpharmacy no Brasil e idealizadora do projeto de expansão de saberes tradicionais Flores.seremos. Agora, Maria Eduarda também é colunista do Comunica Araraquara.

Contato: flores.seremosloja@gmail.com

Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *