Cultura

Artista de Araraquara homenageia importantes líderes negros em mural

A arte de Murilo Bonet foi realizada no muro de uma casa de Araraquara

artista de araraquara mural racismo

A convite de dois moradores, o artista de Araraquara, Murilo Bonet, representou três grandes líderes que lutaram contra o racismo, não só no Brasil, como no mundo.

Os escolhidos para estampar o mural de uma casa, no Jardim Indaiá, aqui em Araraquara, foram o ativista político Martin Luther King Jr, o líder e presidente da África do Sul Nelson Mandela e a escritora Carolina Maria de Jesus.

Além de lindo, o mural é de extrema importância sobretudo em um momento tão conturbado em que estamos vivendo, com tantas vidas sendo tiradas do povo negro.

O artista de Araraquara conversou com a nossa equipe sobre a relevância do mural, como foi a produção e o seu começo no mundo da arte Confira!

artista de araraquara mural racismo

Como surgiu a oportunidade de fazer este mural nesta casa?

A oportunidade surgiu do contato do dono da casa, o Fabio, através da indicação do amigo e artista Sniffo, com o intuito de pintar alguns retratos que considerava importante e gostaria de representá-los em sua casa. Ele me apresentou a ideia, discutimos um pouco sobre e estipulamos três imagens que seriam dispostas por conta do tamanho do muro. A decisão dos nomes foi em conjunto do Fabio com sua mulher Ione. Dali em diante foram poucos dias para compor a obra e executar.

artista de araraquara mural racismo

O objetivo dela é fazer as pessoas refletirem, igual aos movimentos antirracistas que vemos pelo mundo?

Com certeza, cada mural traz uma reflexão diferente, e esse carrega um peso maior com as três referências, necessárias ao longo da vida, mas em especial num momento conturbado onde o racismo vem sendo cada vez mais exposto. O objetivo maior, acredito seja conscientizar e valorizar a mensagem que cada um passou ao longo de sua vida, como forma de luta e combate ao racismo e aos direitos à vida de todos. Reforçar sua mensagem a quem já os conhece, e trazer essa questão a quem não conhece suas trajetórias.

artista de araraquara mural racismo

E por que escolheram retratar Martin Luther King Jr, Nelson Mandela e Carolina Maria de Jesus?

Acredito que a filosofia de vida de ambos são muito ricas e de grande sabedoria, na luta contra o racismo e na valorização de personalidades negras. Exemplos de vidas que agregam valores a qualquer ser humano. Martin Luther King Jr foi um líder do movimento dos direitos civis dos Estados Unidos, referência em combate a segregação racial.
Nelson Mandela é um exemplo pela luta a liberdade, justiça e democracia. Carolina Maria de Jesus foi uma das primeiras escritoras negras do Brasil, e considerada uma das mais importantes. Recomendo um estudo mais aprofundado de cada personalidade, sendo muito breve suas descrições.

artista de araraquara mural racismo

E há quanto tempo você é artista? Como começou a fazer os grafites? Como surgiu a paixão pela arte?

O contato com desenho vem desde a infância, sem muita lembrança do início, bem pequeno, mas sempre despretensioso. O início da fase artística veio quando comecei a ir pra rua fazer graffiti, em 2012, onde com a tinta, surgiu um interesse em me aprofundar cada vez mais em técnicas, história e conceitos que envolvem arte. Dali em diante comecei a trabalhar com pinturas comerciais e a desenvolver meu trabalho autoral, em constante desenvolvimento, até o momento.

artista de araraquara mural racismo

Comecei a fazer graffiti com a vontade de pintar e não ter muito espaço onde fazer (minha casa já estava toda pintada), e fascinado com o graffiti visto em algumas revistas da época, nas ruas da cidade, além do pouco acesso à internet, então criei coragem, coloquei umas latas de spray na bolsa e saí pra rua pintar. A sensação foi incrível, logo me apaixonei pela experiência em pintar nas ruas, na liberdade e no contato com pessoas de diversos lugares que talvez não teria a oportunidade de trocar experiência, senão por ali. Através disso, fui descobrindo, com erros e observação, que existia um universo como formas de expressão, foi onde iniciei meus estudos não só no graffiti e sua cultura, mas também em tatuagem e na visão sobre a arte de forma mais ampla. Hoje sou artista de algumas vertentes, faço pinturas personalizadas, tatuagem e obras de decoração em madeiras e telas, o amor pela arte desperto através do graffiti.

artista de araraquara mural racismo

LEIA TAMBÉM

+ 3 anos de Tocaya – a história por trás do coletivo araraquarense!

+ Araraquarense explica como brancos devem lutar contra o racismo

+ Unesp lança promoção de 14 livros que falam sobre racismo



Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *