Colunistas

Coluna Tadeu Marcato: o poema “Folha Viva”

Confira mais uma colaboração do nosso colunista Tadeu Marcato

coluna tadeu marcato

Com quantas passos se faz um caminho? Com quantos caminhos se faz uma história? Com quantas histórias se faz uma amizade? Marcos Brefe andou passos apressados, porém firmes, pavimentados. Formou-se cedo, destacou-se profissionalmente cedo, foi pai cedo e partiu, sem avisar, cedo demais. Entre passos e caminhos surgiu nossa amizade. Marquinhos foi um grande homem e um querido amigo. Nos deixou semana passada, a vida blefou com todos nós! A imagem que me vem à mente, com sua partida, é a de um astronauta partindo para o espaço, ao som de David Bowie, em busca de expandir as questões terráqueas.

A coluna desta semana é um poema dedicado ao grande amigo Marcos Brefe!

Adeus, meu caro amigo!

Folha viva

apressou-se, meu amigo,
o labirinto cotidiano
e a certeza de que não blefaria
-sempre foi o parceiro da segurança,
jamais blefou-
fizeram com que eu me enganasse

atrasei,
atrasei o reencontro
e você apressou-se,
“teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas”,
como bem lembrou Drummond

apressou-se, meu amigo,
e eu atrasei

atrasei de me sentar na sua calçada,
tomar uma coca-cola ks
e fumar um Marlboro

apressou-se, meu amigo,
e eu atrasei

atrasei de perguntar como andava
a vida,
a família,
os projetos,
as cartas

castelo de cartas para Marcos Brefe,
que blefe foi esse, meu amigo?
ou será que vi sinal errado?
não era zap, Marquinhos?
vai, vai, vai
mostre o zap, Brefe
é blefe?
é blefe?
não, Brefe!

não foi blefe seu,
você não blefaria assim

a vida blefa e falha e folha seca,
mas a amizade é contínua,
a memória continua,
mesmo quando a vida falha,
ela é folha viva
não blefa
é Brefe…

Tadeu Marcato é professor de Filosofia e atua na Secretária de Educação (SP). Desenvolve desde 2018 o projeto “Ensino de Filosofia: A poesia e a Filosofia como ferramentas para a emancipação do indivíduo com foco na prevenção à dependência química”. É poeta e escritor autor de quatro obras: Maiêutica poética (2015); Descompasso (2016); Descanso do caos (2017); I Antologia poética ALR (2019) – esta última, fruto de um trabalho realizado em sala de aula com alunos do Ensino Médio. Em 2019 colocou em prática o projeto “Poesofia crônica na prevenção” na rede de ensino municipal (Araraquara/SP).

Facebook: Tadeu Marcato
Instagram: tadeumarcato
Fanpage: Tadeu Marcato – Poeta
Email: tadeu.marcato@hotmail.com

Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *