CulturaNovidades

Sem as feiras criativas em Araraquara, como ficam os expositores?

Confira os relatos e veja como apoiá-los nessa crise

rolefeira economia criativa

Foto: Maiara Di Franco

Segundo o Sebrae, Economia Criativa é o conjunto de empreendimentos com base na criatividade e na cultura para a geração do valor econômico, empregos e desenvolvimento humano.

No Brasil, a indústria criativa é composta por mais de 851 mil profissionais. E a cidade de Araraquara conta – e muito – com este número.

Feira do Meio, RolêFeira, Feira da Lua e Feira do Pôr do Sol, entre outros eventos, abrem portas para vários negócios acontecerem na cidade.

Mas, com a quarentena e a pandemia do novo Coronavírus, como estão esses expositores?

Nossa equipe conversou com vários deles, de diferentes segmentos. Entre a crise e as vendas online, ainda há a esperança de quando tudo isso passar, as vendas ficarão aquecidas.

Até isso acontecer, você pode ajudá-los e apoiar cada um desses negócios. Dá só uma olhada!

Jéssica Fernanda – Nerd Cook

Qual o seu empreendimento: Cookie e doces artesanais inspirados na cultura pop e nerd.
E como está o seu negócio nesse período: Por ter parceria com a Ê Mana Artes, loja colaborativa de Araraquara, estamos conseguindo fazer entregas, mas o fluxo de vendas diminuiu muito. Não tem nem comparação com antes. Tenho parceria também com uma empresa de entregas, mas mesmo assim, hoje são poucos motoboys trabalhando e é um fluxo grande de pessoas/empresas solicitando. As ideias não param, então estou aproveitando esse tempo mais parado para reorganizar a Nerd Cook, analisar os produtos que mais saem e menos saem, pensando em possíveis promoções e novidades.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Estará muito abalado? Não dá pra ter certeza em como a Nerd Cook estará pós-quarentena. Com certeza o lado financeiro vai pegar pesado, mas espero que com as mudanças que estou programando com a volta da rotina “normal” as coisas fiquem melhores. Acredito que a esperança é o que tem que nos mover nesse momento para não desistir! É difícil, mas vamos passar por isso!
Apoie: Facebook, Instagram.

Cacaw Dias – Ateliê Maria Cacaw

Qual o seu empreendimento: Tenho, desde 2008, um ateliê de acessórios artesanais, além de uma linha especializada em noivas e casamentos.
E como está o seu negócio nesse período: Como todo tipo de aglomeração foi proibida, meu trabalho foi diretamente atingido. Então no momento está tudo parado, afinal, meus produtos são bem específicos para presentear ou complementar a produção, como por exemplo, as tiaras e laços usados nas festas e os acessórios e buquês para noivas usarem em seus casamentos.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Estará muito abalado? Tenho muita fé que vamos vencer tudo isso e na verdade, desejo que quando tudo isso passar as pessoas estejam muito mais conscientes e que celebrem a vida com muitas festas, casamentos… E que me chamem pra fazer seus acessórios! (risos).
Apoie: Facebook, Instagram .

Elizabeth Silva – Albechips Banana

Qual o seu empreendimento: Eu produzo chips de banana verde. Meu negócio é novo… É 100% artesanal e manual.
E como está o seu negócio nesse período: Meu rendimento caiu 50%, mesmo com as propagandas de promoção e também com o delivery.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Estará muito abalado? Após a quarentena, não sei ao certo como vai ser… mas acredito que as feiras sendo liberadas e as cerealistas voltando ao atendimento, minha vendas vão normalizar. Até porque eu vendo um produto que é diferenciado e graças a Deus tenho muitos “fãs”. Então acredito que voltará ao normal, sim, e além disso estou me preparando para manter também essa nova maneira de fazer propaganda, venda e entrega.
Apoie: Facebook, Instagram.

Lewis Rypoerypa – Rypo & Rypa

Qual o seu empreendimento: Trabalhamos com materiais reciclados/reaproveitados e fabricamos vários itens como bijouterias, artigos em geral pra decoração e brinquedos em madeira.
E como está o seu negócio nesse período: Durante esse período não estou vendendo devido a crise que passamos. Estamos somente em produção.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Estamos na expectativa da normalidade do comércio pra voltarmos com as feiras.
Apoie: Facebook.

Paula Fabiana

Qual o seu empreendimento: Temos um brechó e só trabalhamos com roupas femininas.
E como está o seu negócio nesse período: Estamos fazendo vendas online com entregas a domicílio. Mesmo assim, as vendas caíram muito por conta do fechamento do comércio – um mal necessário. Acredito que toda economia brasileira vai ficar abalada depois da pandemia, mas o importante agora é salvar vidas.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Já tivemos várias crises e conseguimos sair de todas. Vamos sair dessa novamente; o povo brasileiro é um povo muito alternativo e se adequada conforme a situação.
Apoie: Facebook, Instagram

Flavia Lourenço

Qual o seu empreendimento: Tenho a Novo em Flor decoração e presentes e agora o Espaço Novo em Folha.
E como está o seu negócio nesse período: Senti que nas primeiras semanas as vendas caíram, aí criei kits de bordado e crochê para vender e ensinar minhas clientes e vendi todos! Deu um boom nas minhas vendas. Agora senti que as vendas aumentarem, viu?
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Sinto que após a quarentena, o meu negócio estará mais fortalecido.
Apoie: Facebook, @novoemflor

Suzana Moreira

Qual o seu empreendimento: Eu tenho a Estampfest, onde faço quadro decorativos e foto na madeira.
E como está o seu negócio nesse período: Desde o dia em que começou a quarentena, não vendi mais nada. Agora estou estou divulgando, para o Dia das Mães, as fotos na madeira, por ser um presente diferente e acessível.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Tenho pra mim que logo após a quarentena, as pessoas irão gastar mais com o essencial (comida, água e energia). Os projetos de produtos novos terão que ser adiados. Faz dois anos que estou nessa área e agora que eu tinha começado a ver o resultado; é como se tivesse voltado ao início.
Apoie: Instagram.

Piti Oliveira

Qual o seu empreendimento: Eu tenho o Ateliê Epitácia – faço acessórios artesanais como colares, pulseiras, braceletes, filtros dos sonhos e arte em couro e material sintético.
E como está o seu negócio nesse período: Sobre as vendas, na primeira semana de quarentena tive duas vendas, depois nenhuma. Nunca fiquei sem encomenda por mais de 4 dias e desde a quarentena, só tive 1.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? A produção continua, pois sei que uma hora acaba e voltarão as vendas. Após a quarentena meu negócio continuará firme e forte (porque amo o que faço), porém bem abalado economicamente, pois o fluxo de caixa está totalmente parado. A reserva emergencial que tinha está sendo usada para pagar as contas.
Apoie: Facebook, Instagram

Mariana Tezini

Qual o seu empreendimento: Meu negócio é uma marca de roupas artesanais, a Viés Roupas Fluidas.
E como está o seu negócio nesse período: As vendas estão paradas. Acredito que as pessoas estejam investindo em alimentação e itens de necessidade básica. Como não tem eventos externos, me parece que comprar roupa nova não é uma prioridade das pessoas.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Tenho outra fonte de renda, o que está ajudando durante esse período. Após a quarentena, eu imagino que as pessoas estarão animadas para sair, e portanto pra comprar roupas novas. (Aposto nisso pois pouco antes da pandemia, investimos em um uma nova coleção).
Apoie: Facebook, Instagram

Ann Luccy Araújo

Qual o seu empreendimento: Atualmente trabalho com costura criativa e um pouco antes da pandemia, iniciei uma empresa de eventos.
E como está o seu negócio nesse período: Na verdade, as vendas pararam e agora estou sendo procurada por amigos para confeccionar os protetores faciais.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Após a quarentena, eu quero retomar a empresa de eventos. Acredito que todos estaremos ávidos para nos encontrarmos, participar de festas, eventos. Então acredito que terei muitos eventos para criar. Estamos carentes do contato social, então não vejo a hora de voltar à ativa.
Com relação ao ateliê, eu fiquei surpresa do interesse das pessoas em obter máscaras. Mas as demais peças as vendas pararam.
Apoie: Instagram

Dilminha

Qual o seu empreendimento: Sou proprietária da Agulhas & Fiapos (faço amigurumis) e etiquetas de cetim e adesivos personalizados.
E como está o seu negócio nesse período: Minhas vendas ficaram fracas, devido ao medo do vírus.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Pouco abalado, vamos ver como vai ficar daqui para frente.
Apoie: Facebook

Hermano Porto

Qual o seu empreendimento: Tenho a Raízes de Gaia.
E como está o seu negócio nesse período: As vendas diminuíram sim. Estamos vendendo pela internet – redes sociais e fizemos um site para atender melhor – entregamos em domicílio para quem é de Araraquara e por correios para fora.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Acreditamos que irá melhorar quando passar, apesar de sermos afetados como todos os outros. O fato de trabalharmos em feiras criou uma rede bem grande e forte de apoio, que com toda certeza faz e fará a diferença para superarmos tudo isso, juntos!
Que em breve possamos estar todos reunidos novamente nas feiras da cidade!
Apoie: https://www.facebook.com/raizesgaia/, Instagram

Maria Eduarda Pierri

Qual o seu empreendimento: Tenho a Flores.seremos
E como está o seu negócio nesse período: Virei bikecourier do meu próprio negócio. Uma vez na semana, mais precisamente às terças, saio para fazer entregas de bike pela cidade. Tem sido bom para conhecer a cidade, revisitar lugares e sair da bolha do centro. Gosto disso. Também estou oferecendo descontos pra quem pagar via transferência/depósito bancário de 10% ou boleto com 5%. E quem for de outra cidade e pedir pelo Correios leva um brinde especial.
As vendas não pararam, mas por não ter feira, diminuíram demais.
E como ficará o seu negócio após a quarentena? Sinceramente não consigo ter uma ideia exata do que será da Flores pós-quarentena, acredito que de maneira geral vai ter um déficit mesmo. Mas pretendo suprir isso com maneiras criativas, cursos e oficinas online, e-book, box de assinatura. Encontrar formas alternativas de se manter.
Apoie: Facebook, Instagram.

ATENÇÃO: Se você conhece algum empreendimento que também queira participar da lista é só entrar em contato com a nossa equipe. A lista é gratuita e colaborativa!
Telefone: (16) 98216-1633

LEIA TAMBÉM

+ 8 bares para você pedir delivery em Araraquara!

+ 11 padarias com delivery em Araraquara!

+ A importância dos universitários no combate ao Coronavírus em Araraquara



Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *