CulturaNovidades

Influenciadoras plus size de Araraquara espalham autoestima no Instagram e na vida real!

Confira perfis plus size de Araraquara que espalham amor próprio nas redes

influenciadoras plus size araraquara

Fotos: Divulgação

Vergonha do corpo, bullying, automestima baixa e depressão. Conversamos com cinco influenciadoras digitais plus size de Araraquara que falaram sobre esses sentimentos e explicaram como deram a volta por cima, amando cada curva de seus corpos!

Nas redes sociais e na vida real elas são show de amor de próprio e contagiam a todos.

Que tal começar a segui-las já?

Ana Caroline Souza

influenciadoras plus size araraquara

Foto: Divulgação

“Minha relação com o meu corpo era um caos. Eu sofria bullying na escola, sempre era motivo de piadas, e com o tempo eu só queria ser invisível, mas quanto mais esse desejo aumentava, mais as piadas, os olhares, os comentários aumentavam e me faziam sentir a pior pessoa do mundo. Odiava minha barriga pendurada, meus braços gordos, minhas pernas com celulite; eu só queria desaparecer. Porém, eu sempre tive uma família que me amava e me ama do jeito que sou e por causa desse amor, eu passei a me amar. A partir do momento que eu me olhei e vi o que eu não gostava em mim, eu comecei a mudança de dentro para fora, comecei a me olhar no espelho, e me cuidar com amor; eu passei a me amar mais. Quando encontrei inspiração em outras influencers, como a Mayara Russi e a Denise Gimenez, eu vi que existia um mundo fora do padrão imposto para nós. Existiam mulheres lindas, gordas e emponderadas e eu queria sentir isso também. Daí comecei um exercício diário, de conhecer meu corpo, saber o que me favorece, me arrumar, me cuidar, e a minha autoestima passou a ser construída em cima da imagem que essas referências passavam para mim, de mulher forte, linda, que se acha gostosa e que acima de tudo não depende da opinião de ninguém para se sentir assim. Hoje, já sou modelo há dois anos e trabalho com o Instagram há um ano. É por isso que o recado que eu dou é: minhas maravilindas, vocês são lindas do jeitinho que vocês são. Se amem hoje, por mais que vocês não aceitem alguma parte do corpo, ame ele do jeitinho que está e vá atrás para mudar o que tanto lhes deixam insatisfeitas. E lembrem-se sempre: ninguém é igual a você e essa é a sua maior virtude.”

Del Freitas

influenciadoras plus size araraquara

Foto: Divulgação

Comecei a mostrar para as pessoas o quanto devemos nos amar, depois de sofrer uma ofensa grátis de outra pessoa, questionando o porquê deveria estar no mesmo ambiente que ela, pois era gorda e feia. No primeiro instante, me senti coagida e muito ofendida. Chorei uma noite toda, me questionando porque eu não podia ser aceita como eu era. Tinha nas mãos dois caminhos: me reprimir e acabar me escondendo ou falar para o mundo que eu era gorda sim, mas tinha sentimentos, possuindo o mesmo direitos que qualquer outra pessoa. Assim, criei meu canal no youtube, investi toda minha dedicação ao Instagram e me tornei MISS MORADA DO SOL PLUSSIZE. Aí, as coisas começaram a fluir. Acredito que vivemos em uma sociedade em que temos que ensinar as pessoas a desconstruírem discursos de ódio contra as pessoas que são diferentes dos padrões pré-estabelecidos. Trabalhar como Influenciadora Plus Size, é mostrar que podemos sim nos amar e nos respeitar independente da minha característica física que me torna diferente do outro. Por isso que eu falo: olhe para o espelho e veja o que os outros não falam. Olhe sua imagem com carinho. Depois que começar a se amar e tratar-se com respeito, as pessoas começarão a ver isso em você e fará toda a diferença.”

Pamela Kuhnem Alecio

influenciadoras plus size araraquara

Foto: Divulgação

Comecei com divulgação de lojas plus size e sentia a necessidade de postar conteúdos que falassem, não apenas de moda, mas sim de algo mais profundo, como nossas emoções e limitações internas. Sendo um assunto fácil para ser abordado, pois tenho uma bagagem enorme sobre o assunto. Sempre fui gorda, sofri todas as formas de preconceito e devido a isso, tive depressão e tentei suicídio várias vezes por não me aceitar. Tive algumas ajudas: em primeiro lugar Deus e depois, pessoas que me apoiaram e me ajudaram a superar. Foi quando comecei a fotografar e aceitar a forma e as marcas do meu corpo. Hoje me amo do jeito que eu sou: ainda me incomodo com algumas coisas como toda mulher, mas nada disso muda minha essência, a pessoa que eu me tornei. Eu me amo pois sou linda, amável, sensível, amorosa, teimosa e estressada – sim essa sou eu, me aceito, me cuido e me amo! Pode parecer arrogante, mas acredite é apenas uma mulher que aprendeu se amar. O meu recado para as mulheres que sofrem de autoestima baixa é: observe uma mãe. Todas têm os filhos mais lindos do mundo, não é mesmo? Porque elas sentem algo tão intenso, que elas vêem beleza onde nem todos vêem. Assim temos que ser quando aprendermos ter amor próprio: não focarmos nas nossas imperfeições, mas nos amarmos independente de qualquer coisa. Nem todos vão te achar linda, mas o importante é que você se ache!”

Tamires Ramos Brum

influenciadoras plus size araraquara

Foto: Divulgação

“Eu nem sempre tive uma boa relação com o meu corpo. Faz uns 4 anos que comecei a me aceitar e a me amar do jeito que sou! Sempre tive o corpo diferente das minhas amigas – diferente do que eu achava que seria ideal e diferente do que a sociedade acha bom e certo. Sofri muito com a opinião das pessoas sobre o meu corpo e eu achava que eu era a errada… Isso me fez muito mal na época, mas hoje vejo o quanto isso me fortaleceu! Como toda mulher, tenho meus altos e baixos com relação à minha autoestima, mas mesmo nos momentos ruins, eu me amo e amo o meu corpo, pois é o que tenho de mais sagrado! Quando eu aprendi a me olhar com amor, as coisas fluíram de uma forma inexplicável, pois eu sempre vivia me cobrando e não era feliz com isso. Hoje me sinto livre para ser e usar o que eu quiser e, acima de tudo, me sinto feliz. O meu começo como influenciadora plus size foi quando conheci a Del e outras mulheres, e nos unimos para mostrar que tamanho não significa nada. Sou extremamente grata a Del que sempre me apoia, me ajuda muito e que me incentivou desde o comecinho! Para as outras mulheres, o meu recado é: comece a se cuidar, a tirar um tempinho para fazer coisas que você gosta, tenha pessoas positivas por perto, pessoas que te amam, te aceitam como você é, e te ajudem na caminhada, e comece a se olhar com mais amor ao invés de se julgar ou se culpar. No final, tudo o que importa é que você seja feliz ao se olhar no espelho e que você se ame, porque você merece ser feliz e ser amada!”

Aline Porte

influenciadoras plus size araraquara

Foto: Divulgação

“Eu comecei há dois anos mais ou menos. Bom, eu sempre fui muito, muito magra, e aí depois da minha gestação, eu fui ganhando peso. Nos últimos 11 anos, eu já engordei 56 kg. No início não me aceitava: eu chorava, não queria sair de casa. Mas depois que eu comecei fazer as fotos, eu comecei a me valorizar mais, a me cuidar mais, a me amar mais; hoje eu tenho essa consciência de olhar no espelho e me achar linda, me achar gostosa, de me achar atraente. E geralmente as influências digitais são magras e com seus 25, 29 anos, então, minha intenção, é inspirar mulheres acima dos 30 anos, gordas, que ainda têm dificuldade de encontrar referências na moda, e que vivem em constante luta com a balança para mostrar que é difícil a gente se empoderar, mas é possível. E não é porque você se aceita como você é, que você não pode mudar nada no seu corpo – eu por exemplo, gostaria de estar ali na casa dos 100 kg, mas isso não impede de me sentir empoderada, linda e gostosa! Para as outras mulheres, o meu recado é: não importa o que os outros falam ou pensam, o que importa é o que você sente, é como você se vê.”

LEIA TAMBÉM

+ Perfil no Instagram registra o pôr do sol de Araraquara todos os dias!

+ Pedagoga de Araraquara ensina a transformar papel em brinquedo no Instagram!

+ Perfil no Instagram é lançado para unir “crushes” em universidade de Araraquara



Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *