Cultura

Professor de Araraquara comemora o lançamento do 1º livro

Danilo Zamorano é professor do Senac de Araraquara e está lançando Angosto, seu primeiro livro

Fotos: Acervo pessoal

Danilo Zamorano, professor do Senac de Araraquara, está lançando o primeiro livro. Intitulado Angosto, o autor comemora a realização deste trabalho e já adianta: nunca mais vai parar de escrever!

Nossa equipe bateu um papo com Danilo, que comentou sobre o processo de produção e como você também pode garantir o seu exemplar.

Vamos apoiar os autores da cidade? Confira!

Esse é o seu primeiro livro? E era um sonho antigo escrever um livro?
Sim, este é o meu primeiro livro. Eu vim da área de Comunicação Social e posteriormente do curso de Letras, apesar dessa formação e de ter escrito roteiros para curtas-metragens e histórias em quadrinhos, até meados de 2016, não imaginava me aventurar na literatura como autor. Mas as experimentações artísticas me atraem, agora só paro de escrever quando morrer.

Qual a sinopse?
Toda verdade é uma mentira bem contada?
Angosto, significa caminho estreito em espanhol, é uma novela surrealista ou, como Matheus Pichonelli definiu, “um poema assassinado”, onde as pistas dessa história estão nas letras que ora se embaralham, ora funcionam como elipse. O suspense psicológico, se passa na cidade fictícia de Araxoára, mais especificamente em sua vizinha satélite, famosa por suas coxinhas, Juan Ribeiro. Um detetive, Rômulo Fiker, tenta desvendar uma série de mistérios, enquanto vive um caso de amor natimorto com a vítima de um possível homicídio.

E como teve a ideia? Você escreveu o livro durante quanto tempo?
A ideia surgiu em agosto de 2016, após dois cursos sequenciais do mestre Lourenço Mutarelli, inicialmente era para ser uma história em quadrinhos de terror que brincaria com uma famosa iguaria aqui da região, mas acabou ficando na gaveta. Até que em julho de 2018, parti para uma viagem, uma espécie de “retiro literário”, com meu amigo e escritor, Rodolfo Colombari. Fomos para a pacata Araxá, interior de Minas Gerais, onde a proposta era cada um se trancar em um quarto de hotel por dez dias e sair de lá, somente de vez em quando, com o intuito de trocarmos ideias sobre nossas produções, respirar um pouco e quem sabe tomar um chopp assistindo jogos da Copa do Mundo. Enquanto, nos primeiros dias, via o Inconsistências Memoráveis, livro incrível de Dorfão, ganhar forma e vida, eu não passava de textos avulsos e alguns rabiscos aleatórios. Foi quando retomei a ideia do Angosto e decidi que seria desenvolvido só em forma de texto e não mais uma HQ, porém, esse texto seria, e foi, trabalhado para dizer muito mais do que aparentemente, em uma leitura “distraída”, pode apresentar. A possessão foi tamanha que terminei o livro em quatro dias. Aí, até revisar, editar, imprimir e publicar, já estamos em 2020. Então, deixo para vocês escolherem se foi escrito em quatro dias ou quatro anos.

Vê-lo pronto é a realização de um sonho, né?
Sempre gostei do cheiro dos livros, principalmente dos novos. É incrível poder tocar e cheirar algo que, antes, só estava dentro de sua cabeça. Foi um passo importantíssimo para um desejo maior que ainda não tem nome, mas por hora, podemos chamá-lo de sonho.

Como as pessoas podem fazer para comprá-lo?
Para adquirir um exemplar é só mandar uma mensagem no meu perfil do Instagram (@dc_zamo), combinamos a forma de envio e pagamento. O livro custa R$30,00 mais o frete a combinar.

Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *