CotidianoNegócios

Com a maternidade, araraquarense muda de profissão e vira empresária

Nossa equipe conversou com a araraquarense Giovana Pirola, que criou a empresa Vou de Pano ao lado de sua mãe há quatro anos

Vou de Pano

Foto: Reprodução/ voudepano.com.br

A maternidade transforma a mulher de muitas formas: corpo, mente, planos e sim, profissão. Foi o que aconteceu com a araraquarense Giovana Pirola, proprietária da Vou de Pano.

Com o nascimento do primeiro filho, a mestre em biotecnologia decidiu apostar em uma nova área: a de empresária. Ela e sua mãe, que já faziam roupinhas de criança e slings para uso próprio, viram que os elogios e os pedidos das amigas só cresciam. Assim, há quatro anos, as duas se uniram e criaram a Vou de Pano.

Hoje, além de estar presente em feiras e valorizar o empreendedorismo regional, Giovana entrega para todo o Brasil, trabalha com mais três ajudantes e possui um amplo leque de peças que vão até dez anos de idade. Mas nesse tempo, não só a empresa cresceu, houve também muito amadurecimento pessoal, a chegada de mais um filho e o nascimento de uma nova mulher.

“Eu sou uma mulher bem melhor agora do que antes com certeza”, afirma.

Nós batemos um papo com a araraquarense, que comentou sobre a história da empresa e os planos para o futuro. Confira a entrevista:

Há quanto tempo a Vou de Pano existe?
Ela existe há quase quatro anos. Quando estava grávida do meu primeiro filho, eu me interessei muito por carregadores de bebês, os slings, e quando ele nasceu, eu usava muito. Descobri um curso pra me tornar assessora em babywearing, fiz o curso quando ele tinha quatro meses. Pesquisei bastante e comecei a confeccionar, junto com minha mãe, wraps elásticos. Depois de um tempinho, minha mãe fez algumas calças com estampas diferentes pro meu filho e as mães começaram a pedir, então decidimos investir em roupas também, foi assim que surgiu a Vou de Pano.

Você já era empresária? Como era a sua vida profissional na época?
Eu sou formada em Biotecnologia, fiz mestrado na mesma área e parei um doutorado por questões pessoais um pouco antes de engravidar do Juca. Durante a gravidez, eu e meu esposo estávamos morando em São Paulo e procurávamos algo pra investir e voltar para Araraquara. No finalzinho da gestação, compramos um café no centro da cidade, e voltamos pra cá assim que o Juca nasceu. Mas a minha paixão por carregadores me levou a fazer o curso de assessora e eu preferi investir na Vou de Pano. O meu marido administra o café e eu ajudo como posso.

Foto: Reprodução/Facebook

Como foi o processo de montar a empresa e ter um bebê tão novinho? Imagino que tenha passado muitas questões sobre a nova rotina, por exemplo…
Ela começou muito devagar justamente por conta da demanda das crianças, depois que meu filho foi pra escola eu montei o site e ela foi crescendo aos poucos, mesmo porque éramos somente eu e minha mãe que costurávamos até pouco tempo atrás. No próprio site e redes sociais eu falava: “roupas feitas com amor nos períodos de soneca do Juca”. Porque era realmente isso que acontecia, sempre que eu tinha um tempinho, eu cortava alguma peça, pesquisava moldes novos, tecidos, etc. Quando a rotina com o Juca me permitiu investir mais tempo na empresa, eu decidi ter outro filho no meio disso tudo, aí eu comecei tudo de novo! (risos).

E esse início foi uma fase muito difícil?
Foi difícil pela vontade enorme de investir mais tempo e energia para empresa decolar. Mas acho que isso nos ajuda a controlar melhor as emoções e não botar os pés pelas mãos. Agora que meus dois filhos estão na escola é que eu consigo por mais energia pra fazê-la decolar mesmo e chegar onde eu quero.

Vou de Pano

Foto: Reprodução/Facebook

E hoje, quais os produtos que vocês oferecem?
Mais de 15 modelos diferentes de roupinhas infantis, dentre elas: calça saruel, camisa masculina, bata feminina, macacões, vestidos, shorts e bermudas. Além das roupas, a gente trabalha com vários tipos de carregadores de bebê, desde os wraps elásticos, que foram os produtos com os quais começamos, até slings de argolas e as mochilas ergonômicas de marcas parceiras que fomos conhecendo durante esse período. E para quem mora em Araraquara, além da venda dos carregadores, eu presto assessoria em babywearing, ou seja, ensino a usar os carregadores de forma correta para não prejudicar o posicionamento nem do bebê e nem de quem o carrega.

E afinal, o que são wraps?
Wraps são carregadores de bebê feitos de pano, popularmente conhecidos como slings. Eles podem ser feitos com tecidos elásticos ou rígidos. Os wraps medem cerca de 60 a 70 cm de largura e podem variar no comprimento de 2 a 5 metros. Ele nada mais é que um tecido comprido que a gente aprende a “enrolar” no corpo e amarrar o bebê junto da gente.

Vou de Pano

Foto: Reprodução/ voudepano.com.br

Você e sua mãe produzem todos os produtos? Somente vocês duas atuam na empresa?
Até pouco tempo atrás sim, éramos somente eu e ela. Eu faço toda a parte administrativa e financeira, procuro moldes que nos interessam, compro os tecidos e aviamentos necessários, corto os tecidos e ajudo ela a costurar. Ela é responsável pela parte de costura, me passa o todo o processo e trabalho que aquela peça dá para conseguirmos precificar corretamente, cuida do estoque de aviamentos e etiquetas, me assessora nos tipos de tecidos para cada peça, e costurava todas as peças. Agora, além de nós duas, tenho uma pessoa que corta os tecidos e duas costureiras que nos ajudam.

Até o início das vendas, quantos produtos vocês já venderam?
Pergunta difícil essa! (risos). Eu realmente não faço ideia, porque além da venda pelo site, temos as vendas presenciais em feiras que participamos e as vendas dos slings tanto nas assessorias quanto somente vendas. Apesar de eu ter um controle das vendas, eu ainda não tenho um controle exato do número de peças.

Vou de Pano

Foto: Reprodução/ voudepano.com.br

Como é para você trabalhar com algo relacionado com a maternidade? Aliás, a maternidade te mudou muito como mulher?
Eu adoro trabalhar com coisas relacionadas a maternidade, principalmente produtos que nos ajudam no dia a dia, que é o caso dos carregadores. E as roupas, quando tive meu primeiro filho sempre procurei roupas estampadas e alegres, e era bem difícil achar, por isso que a maioria das roupas da Vou de Pano são assim. Com a chegada dos filhos a gente muda muito, começa a dar atenção a coisas que antes passava batido, pelo menos no meu caso. Pra mim foi como um renascimento, tanto físico como psíquico; não sou a mesma mulher de antes – e não tem como ser a mesma. E esse processo de renascimento foi bem difícil pra mim porque eu queria continuar a mesma, mas também queria ser a melhor mãe pra eles, e até entender que eu tinha mudado, e que isso não era ruim foi um tempo meio que de “luto”. Mas acho que a hora que a ficha cai e a gente aceita essa mudança começa a perceber que ela foi muito boa; eu sou uma mulher bem melhor agora do que antes com certeza.

LEIA TAMBÉM
+ 9 lugares para comer caldinhos nos dias frios de Araraquara
+ 7 hamburguerias de Araraquara que prepararam novidades para o Dia do Hambúrguer!
+ Basquete feminino de Araraquara tem a maior pontuação da atual temporada!

Quais os principais objetivos com a Vou de Pano? Há a intenção de trabalhar com peças para crianças maiores?
Os principais objetivos são: oferecer roupas confortáveis e divertidas para crianças, e carregadores que facilitem o dia a dia das mães, tudo isso atrelado ao empreendedorismo materno e regional aqui da cidade. Alguns dos modelos de roupas novas que estão indo para o site agora já estão com uma numeração maior, as camisas masculinas por exemplo vão até a numeração 10. Mas acima dessa numeração não é nossa intenção. Alguns produtos vão ficar somente para os menores e outros para os maiores.

E onde as pessoas podem comprar as peças?
As pessoas podem acessar nossa loja virtual pelo site: www.voudepano.com.br
La no site tem uma opção de combinar a retirada comigo para economizar no frete para quem mora aqui na cidade.
Além do site quem quiser acompanhar as novidades é só seguir nossas paginas no facebook e no instagram. Sempre que participamos de feiras e eventos na região a gente avisa pelas redes sociais.

Vou de Pano

Foto: Reprodução/ voudepano.com.br

Serviço
Vou de Pano
Facebook: https://www.facebook.com/VoudePano/
Telefone: 99744-9515
Site: https://voudepano.com.br/

Moradora de Araraquara encara de frente os obstáculos para difundir a cosmetologia natural

Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *